Blogue da Poppi

Este blogue pretende demonstrar que as mulheres não são meras donas de casa nem mães de família mas, que também conseguem ser desportistas e ter força de vontade e determinação!

segunda-feira, março 05, 2007

Viver a Rota do Gaio

Olá a todos!
Cá estou para contar mais uma das minhas aventuras de btt.
No passado Domingo, 4 de Março, aceitei o convite do pjfa para participar no passeio do Palvarinho com o título criativo: "A Rota do Gaio".
Gaios, não vi nenhum. Mas vi uma paisagem espectacular que ninguém deve deixar de admirar sempre que por ali passe.
Foi o que nós, o pjfa e eu fizemos, pois como ficámos para trás, devido à minha pouca preparação (mais musculação, menos cárdio), fomos deixando de avistar o pessoal aos poucos e lá ficámos nós dois na solidão da montanha.
"- Não desanimes, Poppi - dizia o pjfa - nós viemos para nos divertir e curtir a paisagem! Vá lá, tu consegues." E com este ânimo todo lá seguia eu, pensando que era mesmo forte, pois até conseguia fazer aquelas subidas todas. Para mim, não foi fácil, pois não tenho treinado para estar em forma, mas adorei participar e fiquei contente por ter chegado ao fim.
Durante o percurso houve algumas situações divertidas: quedas, pés molhados quando atravessámos dois cursos de água (Num, o pjfa apanhou boleia de um tractor. O senhor já o queria levar até lá acima. Ah! Ah! Ah!).
Encontámos um companheiro que tinha furado, ao qual oferecemos ajuda e que recusou por já estar desenrascado. Junto a este companheiro, aproveitámos para descansar das subidas e comer qualquer coisa. Entretanto, chegou junto a nós a Teresinha que também vinha com fome e a quem dei parte do meu lanche. A seguir, chegou o namorado dela e lá seguimos os quatro.
Durante o percurso a quatro, encontrámos vários trilhos com muita lama onde se geraram duas quedas minhas e uma do pjfa que quase caiu num charco. Mas, oh, só sujou a perna. Bem, lá seguimos, depois de nos termos divertido a tirar as fotos das quedas. A dada altura a Teresa e o namorado seguiram em frente e nós ficámos para trás. Por fim, eu já estava tão cansada que perguntava ao pjfa quantos quilómetros faltavam. "- Cinco - respondia ele." Mais um pouco, mais umas fotos, mais um lembrar do cansaço e mais uma pergunta: "- Quanto falta?" "- Cinco - respondia o pjfa." Meu Deus! Como era possível? Se lá atrás faltavam cinco, depois de ter andado tanto ainda faltavam os mesmos cinco? Isto não me podia estar a acontecer!!!!!! Aí, desanimei! Mas com o ânimo e a força que o pjfa me transmitia, lá seguia.
Por fim, avistámos o Palvarinho. Que alegria! Parecia que o cansaço se tinha ido. Toca a pedalar, que já falta pouco!! E lá seguimos, as forças tinham voltado! iupiiiii!!! Segue em frente! Desviem-se todos (Qué deles?), que a Poppi está com a genica toda, está quase a chegar!!! E chegámos! Havia pessoal da volta dos 40 que já estavam a lavar as bicicletas, e nós ainda só agora! Mas foi bastante divertido. Para mim, foi uma aventura. Neste passeio consegui ver os meus limites, e até onde posso ir.
Este já passou. Venha o próximo!!!

1 Comments:

  • At domingo, março 11, 2007 8:59:00 da tarde, Blogger  said…

    Estou a ver que foi muito agradável o passeio. E aquela tua travessia do rio está demais! Marcaste a diferença!
    Andaram na zona de que o Pjfa nos falou, a mim e ao João, no dia que estivemos a ver as fotos convosco, da zona do Palvarinho. Já sabemos onde fica, porque no dia seguinte passámos mesmo ao lado da barragem.
    Tens que continuar a pedalar, para quando chegar a bike nova dominares a fera!
    Beijinhos,

     

Enviar um comentário

<< Home